Anúncios

Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Posts com tag “Mario Quintana

Canção da primavera – Mario Quintana

kpm0166

CANÇÃO DA PRIMAVERA
Primavera cruza o rio
Cruza o sonho que tu sonhas.
Na cidade adormecida
Primavera vem chegando.

Catavento enloqueceu,
Ficou girando, girando.
Em torno do catavento
Dancemos todos em bando.

Dancemos todos, dancemos,
Amadas, Mortos, Amigos,
Dancemos todos até

Não mais saber-se o motivo…
Até que as paineiras tenham
Por sobre os muros florido!

(Mario Quintana; Canções, 1946)

Ilustração: Placa de porcelana KPM


Anúncios

Outono

John William Godward - AutumnGeorge_Henry_Boughton-Autumn

JOHN WILLIAM GODWARD                                                                              GEORGE HENRY BOUGHTON


cesare-saccaggi-italian-painter-autumnAutumn by Emile Eisman Semenowsky

CESARE SACCAGGI                                                                        ÉMILE EISMAN SEMENOWSKY


O outono toca realejo
No pátio da minha vida.
Velha canção, sempre a mesma,
Sob a vidraça descida…

Tristeza? Encanto? Desejo?
Como é possível sabê-lo?
Um gozo incerto e dorido
De carícia a contrapelo…

Partir, ó alma, que dizes?
Colher as horas, em suma…
Mas os caminhos do Outono
Vão dar em parte nenhuma!
Mario Quintana



flowering roses_Peter Tom-Petersen

No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento…

Mário Quintana

Pintura: Peter Tom-Petersen (pintor dinamarquês, 1861-1926)


5.peter-ellenshaw

No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento…

Mário Quintana

Pintura: Peter Ellenshaw (Reino Unido, 1913-2007)


É outono!…

Autumn in Gloucester - 1931 - Mathias J. Alten (american painter)

MATHIAS J. ALDEN


Jose_malhoa_outonoAutumn Day Sokolniki -1879 - Isaac Levitan (russian painter)

JOSE MALHOA                                                                             ISAAC LEVITAN


autumn-thomas-benjamin-kennington-Autumn Magic - 1912 - Edward Cucuel (american painter)

THOMAS BENJAMIN KENNINGTON                                                            EDWARD CUCUEL


Autumn by Emile Eisman Semenowsky

EMILE EISMAN SEMENOWSKY


autumn glory

O outono toca realejo
No pátio da minha vida.
Velha canção, sempre a mesma,
Sob a vidraça descida…

Tristeza? Encanto? Desejo?
Como é possível sabê-lo?
Um gozo incerto e dorido
De carícia a contrapelo…

Partir, ó alma, que dizes?
Colher as horas, em suma…
Mas os caminhos do Outono
Vão dar em parte nenhuma!
Mario Quintana


Bem-vinda, Primavera!

card-111

CANÇÃO DA PRIMAVERA

Primavera cruza o rio
Cruza o sonho que tu sonhas.
Na cidade adormecida
Primavera vem chegando.

Catavento enloqueceu,
Ficou girando, girando.
Em torno do catavento
Dancemos todos em bando.

Dancemos todos, dancemos,
Amadas, Mortos, Amigos,
Dancemos todos até

Não mais saber-se o motivo…
Até que as paineiras tenham
Por sobre os muros florido!

Mario Quintana

Spring -1904 - Maximilian Lenz (german painter)

MAXIMILIAN LENZ


HenriHouben_spring

HENRI HOUBEN


William John Hennessy - A Spring Fantasy 1880Leighton-Lilac-1901

WILLIAM JOHN HENNESSY                                                                                EDMUND BLAIR-LEIGHTON


genthe-spring--Anthony-Frederick-A-SandsSpring_Blossoms-henry-thomas-schaffer(french-1873-1915)

ANTHONY FREDERICK SANDS                                                                                  HENRY THOMAS SCHAFFER


Lawrence_Alma-Tadema_Flora_-_Spring_in_the_Gardens_of_the_Villa_BorgheseSpring-John-Collier

LAWRENCE ALMA-TADEMA                                                                                               JOHN COLLIER



song without words - John Melhuish Strudwick

No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento…
Mário Quintana

Pintura: John Melhuish Strudwick


Temas da Pintura: Mães e filhos – Galeria 14

MÃE…
São três letras apenas,
As desse nome bendito:
Três letrinhas, nada mais…
E nelas cabe o infinito
E palavra tão pequena – confessam mesmo os ateus-
És do tamanho do céu
E apenas menor do que Deus!

Mario Quintana

Jourdan_Adolphe_Maternal_Affection

ADOLPHE JOURDAN


James John Hill (1811-1882)- Mother and Child on a Hillside Overlooking the SeaThe Harvesters - Carl Adolf Gugel

JAMES JOHN HILL                                                                CARL ADOLF GUGEL


Woman with child in a flowering garden - Johan KrouthénPaul Alexandre Alfred Leroy (1860-1942) - Maternity

JOHAN KROUTHÉN                                                             PAUL ALEXANDRE ALFRED LEROY


Hans _Thoma-under-the-lilacEmanuel Gottlieb Leutze_the amber necklace

HANS THOMA                                                                          EMANUEL GOTTLIEB LEUTZE


PaulPeel_mother_lovethe-new-arrival _ Jules Trayer (1824-1909)

PAUL PEEL                                                                                          JULES TRAYER