Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Posts com tag “saudades

“A saudade mata a gente”…

memories-1896-George Henry Boughton

Saudade é um buraco dolorido
na alma. A presença de uma
ausência. A gente sabe que
alguma coisa está faltando. Um
pedaço nos foi arrancado. Tudo
fica ruim. A saudade fica uma
aura que nos rodeia. Por onde
quer que a gente vá, ela vai
também. Tudo nos faz lembrar
a pessoa querida. Tudo que é
bonito fica triste, pois o bonito
sem a pessoa amada é sempre
triste. Aí, então, a gente
aprende o que significa amar:
esse desejo pelo reencontro
que trará a alegria de volta.
A saudade se parece muito
com a fome. A fome também é
um vazio. O corpo sabe que
alguma coisa está faltando.
A fome é a saudade do corpo.
A saudade é a fome da alma.

Rubem Alves

Pintura: George Henry Boughton


“ A saudade mata a gente”…

Francis Danby-Disappointed Love

Sou pedra. Escrevo pássaro. Sou tristeza.

Escrevo alegria. A poesia é sempre o reverso

das coisas. Não se trata de mentira. É que

somos seres dilacerados. O corpo é o lugar

onde moram as coisas amadas que nos

foram tomadas, presença de ausências, daí

a saudade, que é quando o corpo não está

onde está.

Rubem Alves

Pintura: Francis Danby (Pintor irlandês, 1793 – 1861)


Pintura: À espera (2)

Saudades

Saudades! Sim… Talvez… e porque não?…
Se o nosso sonho foi tão alto e forte
Que bem pensara vê-lo até à morte
Deslumbrar-me de luz o coração!

Esquecer! Para quê?… Ah! como é vão!
Que tudo isso, Amor, nos não importe.
Se ele deixou beleza que conforte
Deve-nos ser sagrado como o pão!

Quantas vezes, Amor, já te esqueci,
Para mais doidamente me lembrar,
Mais doidamente me lembrar de ti!

E quem dera que fosse sempre assim:
Quanto menos quisesse recordar
Mais a saudade andasse presa a mim!

Florbela  Espanca


GALERIA – 2

A Wooded Path In Autumn-HansAnderson-Brendekilde

HANS ANDERSON BRENDEKILDE


Breton_Jules_Young_Woman_in_a_Fieldcarl-von-blaas-3

JULES BRETON                                                            CARL VON BLAAS


c-kiesel--r21bruno-liljefors-

CONRAD KIESEL                                                                  BRUNO LILJFORS


Meissonier-youngman

ERNEST MEISSONIER


Godward_Leaning_on_the_Balcony_1892Charles Haigh-Wood (British artist, 1856-1927) Waiting

JOHN WILLIAM GODWARD                                                                            CHARLES HAIGH-WOOD



Pintura: Tão longe, de mim distante…

1a-Briton_Riviereaugust-wilhelm-nikolaus-hagborg-2

BRITON RIVIERE                                                                               AUGUST WILHELM NIKOLAUS HAGBORG


happinesslostlarge-otto-lingnerHenry_Edward_Detmold_

OTTO LINGNER                                                                        HENRY EDWARD DETMOLD


DanielRidgwayKnightgodward-tender-troughts

DANIEL RIDGWAY KNIGHT                                                                   JOHN WILLIAM GODWARD


RalphTodd_2

RALPH TODD


WinslowHomer-wh

WINSLOW HOMER


george-elgar-hicks--34

GEORGE ELGAR HICKS


_Jean_Beauduin__623

JEAN BEAUDUIN


ramon-casas-7

RAMON CASAS



E por falar em saudade…

giovanni-giani-il-mattino-delle-rose-lattesa

GIANI GIOVANNI


wilhelm-august-ambergedward-johnson-killingworth--

WILHELM AUGUST AMBERG                                                               EDWARD JOHNSON KILLINGWORTH


filippo_Palizzi

FILIPPO PALIZZI


pierre-jan-van-der-ouderaa--2

PIERRE JAN VAN DER OUDERAA


EdouardBisson-ebFrancisDavidMillet1

EDOUARD BISSON                                                                                          FRANCIS DAVID MILLET


ifigenia2-feuerbachAStevens-lkm

ANSELM FEUERBACH                                                                                                       ALFRED STEVENS


blaas A_Pensive_MomentDaydreaming 2

EUGENE DE BLAAS


FernandToussaint_faraway_thoughtsRalfTodd

FERNAND TOUSSAINT                                                                                                   RALF TODD


“ Saudade que nasceu ontem

e hoje já se esqueceu,

não é saudade, é lembrança

Saudade nunca morreu.”