Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Posts com tag “Carl Schweninger

Amar e ser amado…

Amar e Ser Amadocarl schweninger.9

Amar e ser amado! Com que anelo
Com quanto ardor este adorado sonho
Acalentei em meu delírio ardente
Por essas doces noites de desvelo!
Ser amado por ti, o teu alento
A bafejar-me a abrasadora frente!
Em teus olhos mirar meu pensamento,
Sentir em mim tu’alma, ter só vida
P’ra tão puro e celeste sentimento
Ver nossas vidas quais dois mansos rios,
Juntos, juntos perderem-se no oceano,
Beijar teus labios em delírio insano
Nossas almas unidas, nosso alento,
Confundido também, amante, amado
Como um anjo feliz… que pensamento!?
Castro Alves

Pintura: Carl Schweninger


Trio: Família

Lilly Martin Spencer (english, 1822-1902)_Domestic_Happiness85.fritz zuber-buhler

LILLY MARTIN SPENCER (EUA, 1822-1902)                                                                      FRITZ ZUBER-BUHLER (Suiça, 1822-1896)


Carl_Schweninger_Mutterglück

CARL SCHWENINGER (Áustria, 1818-1887)



Que é simpatia

Carl_Schweninger1

Simpatia – é o sentimento
Que nasce num só momento,
Sincero, no coração;
São dois olhares acesos
Bem juntos, unidos, presos
Numa mágica atração.
Simpatia – são dois galhos
Banhados de bons orvalhos
Nas mangueiras do jardim;
Bem longe às vezes nascidos,
Mas que se juntam crescidos
E que se abraçam por fim.
São duas almas bem gêmeas
Que riem no mesmo riso,
Que choram nos mesmos ais;
São vozes de dois amantes,
Duas liras semelhantes,
Ou dois poemas iguais.
Simpatia – meu anjinho,
É o canto de passarinho,
É o doce aroma da flor;
São nuvens dum céu d’agosto
É o que m’inspira teu rosto…
– Simpatia – é quase amor!

Casimiro de Abreu