Anúncios

Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Inédito – J.G. de Araujo Jorge

gabriel-ferrier-5

INÉDITO
Relendo o último verso que compus
pouso entre as mãos maquinalmente o rosto,
e o olhar deixo vagar para o sol posto
onde o céu é um borrão de sombra e luz…
Um sossego interior, em mim, produz,
esta tarde fugindo ao mês de agosto…
– nas vitrines do espaço, onde era exposto
o sol, surge uma estrela que transluz…
Alguém põe-se às centenas a acendê-las,
e cada uma que a luz tinha escondido
brilha, e ao brilhar, enche-se o céu de estrelas…
E fitando-as, dispersas, no infinito,
sei, que apesar de nunca ter lido,
nos céus há um poema há muito tempo escrito…

J.G. de Araujo Jorge

Pintura: Gabriel Ferrier (França, 1847-1914)


Anúncios

Uma resposta

  1. Dandara Machado

    Duas formas belíssimas de arte, a Literatura e a Pintura, em um mesmo post!

    Curtido por 1 pessoa

    17/08/2018 às 19:53

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s