Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

“Adeus: Cinco letras que choram”…

Em amor, não há último adeus, senão aquele que se não diz.
Alexandre Dumas (França, 24 de julho de 1802 – 5 de dezembro de 1870)

2.Antoni Piotrowski_the farewell

ANTONI PIOTROWSKI


john-faed-the-parting-of-evangeline-and-gabrielJohn Everett Millais: The Black Brunswicker.

JOHN FAED                                                                               JOHN EVERETT MILLAIS


Edmund_Blair_Leighton_-_AdieuJamesTissot-adieu22

EDMUND BLAIR-LEIGHTON                                                 JAMES JACQUES JOSEPH TISSOT


Cinco letras que choram (ADEUS)

Composição: Silvino Neto

Adeus, adeus, adeus
Adeus
Adeus, adeus, adeus
Cinco letras que choram
Num soluço de dor
Adeus, adeus, adeus
É como o fim de uma estrada
Cortando a encruzilhada
Ponto final de um romance de amor

Quem parte tem os olhos rasos d’água
Sentindo a grande mágoa
Por se despedir de alguém
Quem fica, também fica chorando
Com um lenço acenando
Querendo partir também
Adeus, adeus, adeus
Adeus, adeus, adeus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s