Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

“ A saudade mata a gente”…

Francis Danby-Disappointed Love

Sou pedra. Escrevo pássaro. Sou tristeza.

Escrevo alegria. A poesia é sempre o reverso

das coisas. Não se trata de mentira. É que

somos seres dilacerados. O corpo é o lugar

onde moram as coisas amadas que nos

foram tomadas, presença de ausências, daí

a saudade, que é quando o corpo não está

onde está.

Rubem Alves

Pintura: Francis Danby (Pintor irlandês, 1793 – 1861)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s