Anúncios

Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Se…

627697

se
nem
for
terra
se
trans
for
mar

Paulo Leminski

Anúncios

Uma resposta

  1. j.constantino

    Leminski é desses poetas necessários, que surgem como cometas que somos incapazes, às vezes, de absorver sua simplicidade imediata e sua profundidade galática mais profunda.
    Leminski é necessário, neste ossário.

    Voltarei a visitar seu blog. É bom nos depararmos com um espaço dedicado à paquera entre poemas e pinturas, em que se tem a possibilidade de extrair a poesia em muitas de suas vertentes.

    Um forte abraço,

    J.

    Curtir

    03/07/2013 às 22:27

Deixe uma resposta para j.constantino Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s