Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Uma certa melancolia… – 4

PhilipPerold

PRESENÇA

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos…
É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem nalgum móvel antigo…
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto – em mim – a presença misteriosa da vida…
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato…
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

Mario Quintana

Foto: Philip Perold 


Distant Thoughts (1886) by Thomas Francis Dicksee (1819-1895)

THOMAS FRANCIS DICKSEE


Alfred Fowler Patten (British, 1826 - c.1888)-The child and the star-1882OrestKiprensky2

ALFRED FOWLER PATTEN                                                                                     OREST KIPRENSKY


09.alfred stevens_melancolie

ALFRED STEVENS


Mignon-1869Lenoir,_Charles-Amable_-_Pensive

WILLIAM-ADOLPHE BOUGUEREAU                                                                            CHARLES-AMABLE LENOIR


A Quiet Moment_DelphinEnjolrasamarilla-frederic-leighton

DELPHIN ENJOLRAS                                                                                          LORD FREDERICK LEIGHTON


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s